31 de agosto de 2007

Final real.

Ele veio em minha direção, trazia um buquê em suas mãos. Flores? Para mim? Pensei baixinho ao mesmo tempo em que sorria. Meu deus! Ele gosta de mim. É de mim que ele gosta. Finalmente depois de todo esse ano tortuoso o meu maior desejo se realizou!. Minhas mãos suavam frio. Meu coração batia forte querendo pular para fora de nervosismo e alegria. Então ela apareceu na frente dele. Eles começaram a conversar. Ele mecheu com ela. Ele mecheu com ela do jeito que mechia comigo. As flores são para ela. Me contorsi na cadeira. A love viu.
- Ciumes? - perguntou ela rindo de mim
- Eu? Ciumes dele? Magina! - falei um pouco sarcástica e um pouco verdadeira.
Ciumes eu? Fala sério. Só porque pela milésima vez, esse ano e com ele, eu criei uma ilusão onde tudo apontava ao meu favor e no fim não era eu? Porque eu tinha tanta certeza que era eu que até já dava a luta por vencida e de repente aparece ela? Porque ele mecheu com ela como mecheu comigo? Porque eu tinha certeza que dentro de tres dias ele ia vir falar comigo achando que estava afim dela e eu teria que sorrir e dizer vai em frente mesmo quando o que eu mais queria era perguntar por quê não eu? Seriam essas as razões para o meu suposto ciumes? Ou simples fato de eu ser uma amiga e ela um potencial a mais?
SIM! Ciumes sim! Porque eu não tinha certeza de que era eu. Porque eu não sabia se as flores eram para mim ou para ela. Porque eu não sabia se era para mim que ele apontava. Porque eu não sabia se ele me olhava no meio da aula como eu olho para ele ou se ele olhava para ela ou qualquer outra. Talvez até porque eu tenha plena conciencia de que minha vez não vai chegar e também tenha plena conciencia do porque. Talvez porque eu nunca tive e nem venha a ter a certeza que eu tinha com....você.
A certeza de um amor correspondido. Chega de platonismo. A certeza de que no dia seguinte você ainda ia me amar. A certeza que você sentia mais do que demosntrava. A certeza de não ser só amiga. A certeza de que era eu e não ela. A certeza de que era para mim que você olhava, que você pensava. A certeza de que você nunca ia me esquecer. E sim a certeza que eu sentia o mesmo. Exatamente o mesmo.
Meu maior medo não é de que ele olhe aqui e finja que nada existe, não tenho medo de que ele saiba exatamente como eu me sinto, mas prefira ignorar. Não. Apesar de isso ser péssimo me recordo muito bem das vezes que pedi aqui mesmo para ele ignorar. Meu maior medo é o não inevitável que vou receber. Meu maior medo é acordar desse sonho lindo que eu criei sem nem ter vivido meu final feliz.
Porque eu quero um final feliz também! Eu quero e desculpe a modéstia, mas acho que depois do que eu passei com ele até mereço. Sofri e sofro com tudo. Essa indecisão (ou aparente indecisão) sua. Essa viagem minha. O sorriso dela. Seu olhar para ela. Seu olhar para mim. Sua procura por ela. Sua procura por mim. Alegro-me em saber que a procura maior é por mim. Hey uma garota tem que se dar valor não é?
Não sei se as flores são para mim ou para ela. Sei que um dia, não muito distante eu vou saber, só não sei se quero que esse dia chegue logo ou demore mais um pouco. Sei que quero saber. Só não sei se já estou prepara para saber. Seja lá qual for o final da história.

27 de agosto de 2007

Nunca

Eu olho para o horizonte.
O mundo infinito e pavoroso.
A beleza do real aos meus pés.
O medo me cega e me corrói.
A verdade cada vez mais perto.
Meu coração aperta.
O que eu quero saber?
O que eu preciso saber?
Confusão total.
Se for verdade não vai ser bom.
Se for mentira vai ser real.
Primeiro eu?
A enganação voltou ao jogo.
Eu fui para escanteio.
Fui?
Se a bola for outra?
Esqueço, sigo em frente.
Sem choro nem drama.
Sozinha novamente.
Tudo acabou antes de começar.
De novo. Sempre.

16 de agosto de 2007

Blá Bláísmo

Srta. Arkanusa perdão por usar sua capa sem permição, lembro quando comecei a ler uma fic sua, chamava Filho das trevas. A melhor fic que já li até hoje! Me inspira, fala de amor, ressentimento, vingança, amizade, saudade e eu simplesmente amei!

É engraçado como quando em um dia ninguém vai até você e no outro você esta cercada de pessoas amadas. Talvez elas não te amem do jeito que você ama elas, mas amar é isso: Dar sem esperar por algo em troca. Ontem olhei meu orkut e vi que era aniversário de dois garotos que eu já estive afim, achei ironico. Hoje me peguei no meio de dois garotos que tem uma grande chance de eu estar afim....pelo menos de um deles. A coisa é que já fui ou ainda sou, nem eu sei, afim deles e novamente achei ironico. Pensei na possibilidade de eles esterem afim de mim os dois ao mesmo tempo...tudo bem é meio bobo e egocentrico talvez até egoísta...mais poxa uma garota tem direito de sonhar né?

Minha mãe foi em uma cartomante e ela disse que eu sou muito inteligente (hahaha) que sou organizada (HAHAHA) que quero ser promotora (ok, isso ela acertou) e que vou ter um namorado, que é do meu grupo e isso vai ser logo (HAHAHAHAHAHAHA³²¹¹²³) uma em tres não é tão ruim né? Mas falando sério eu acho que essa coisa de namorado no grupo me deu esperanças que eu sinceramente despensava! Quer dizer agora vou olhar para cada amigo como como um namorado em potencial! Ok. Não vamos ser radicais, só vou olhar para dois deles como namorados em potencial e eram esses dois que estavam comigo hoje. Por isso liguei as coisas e achei ironico sabe?

Bom na minha cabeça tudo faz um enorme sentido! (rsrs) Eu sei que nenhum deles esta fim de mim, aparentam, mas não estão. As parencias enganam muito neste caso e eu não quero me jogar de cabeça e depois me ferrar, não de novo. Estou começando a seguir a lei do menor esforço, ou seja, só me mecho se me ajudarem. Enquanto não ouvir nada deles eu não falo nada e não é só com eles é com qualquer outro candidato. Dizem que o melhor remédio para esquecer um é sair com outro...pra mim isso funcionaria perfeitamente...mas me faltam candidatos.

Um eu gostei depois odiei e agora que ele melhorou muito somos amigos novamente, mas ele tem vindo falar comigo mais que o normal. Outro gostava no começo do ano, superei, depois fiquei afim novamente aí superei de novo e agora ele também não larga do meu pé e eu tenho medo de voltar a gostar dele(só p/ constar esse é o bobo ok?) e me ferrar! Qual é o problema desses garotos hein? Por que eles não podem se aproximar de repente de quem eles tão afim, e somente dessas pessoas? Porque se não confunde as demais...como EU!!

Gostaria que um ficasse com ciumes do outro e depois eu descobrisse e falasse com os dois e acabasse me decidindo por um em especial que eu ainda não sei quem é. Doce sonho. (rsrs)

11 de agosto de 2007

Outra??? Por quê???

Costumo ser muito sincera nos meus posts e aqui vou falar mesmo doa a quem doer!

Não é de hoje que eu tenho um grande orgulho do meu blog, não só dos meus textos ou fotos, mas dos preciosos comentários, indicações e amigos que eu visito e me visitam. Falo do meu blog pra quem quer ouvir e falo do meu apelido também. Falei dele para minha prima e ela adorou, visitou meu blog e decidiu fazer um, no começo achei legal, mas ela fez tres posts e esqueceu o blog alegando que não tinha tempo, mas como uma verdadeira blogueira sei que se ela quisesse ela desligava o orkut e entrava no blog. Ok, deixei minha indignação para lá. Por que eu estava indgnada? Porque fiz o blog dela quase que por inteiro e a descrição ficou melhor que a do meu blog, mas ela nem se quer deu valor. Depois de mais ou menos tres semana ela faz um perfil do orkut com que nome?

Princesa de Sal

Fiquei furiosa! Disse para ela mudar ela disse que ia mudar porque só tinha feito aquilo para me irritar. Ótimo, ela vai mudar! Mas ai ela continuou a frase dizendo que na verdade eu não tinha o direito de mandar ela mudar porque o apelido estava na letra de uma musica e era publico. Fiquei mais que furiosa! Eu apresentei a musica para ela. Eu ouvi a musica e retirei de suas profundesas o apelido que diga-se de passagem é muito infantil e ridiculo. Como ela pode alegar que é publico? Não que eu tenha patenteado, mas poxa...é meu por direito! Todo mundo aqui me chama assim, ela não podia fazer isso. Simplesmente não podia!

Ela mudou o nome do perfil, mas em uma das fotos ainda tem a legenda assim: "soy princesa de sal" Com letra minuscula da para acreditar?

Esse blog e meu dom (digo dom pq me jungo boa, mas estou sujeita a criticas) para escrita é uma das unicas coisas que eu tenho verdadeiro orgulho, que eu sei que meus pais também tem orgulho, que meus irmão também tem orgulho e até algumas amigas. Quando me refiro ao blog refiro-me as palavras e a imaginação, até as fotos que eu não tirei, mas escolhi a dedo. Fiquei me perguntando porque ela fez tanta questão de ter um blog, me disseram que podia ser só fogo de palha, só para me copiar, ai comecei a me pergunta sobre o apelido...ela simplesmente não tinha esse direito. Ela viu que eu fiquei chateada! Por que insistiu?

Talvez ela não saiba como realmente me sinto, mas ela é muito próxima a mim e deveria saber que eu não iria ficar bem com isso.

Minha grande duvida é se estou sendo justa em reter toda essa mágoa dela, mesmo que ela não saiba.

8 de agosto de 2007

Medo...medo de você

Não cheguei a chorar, mas angustia não me faltou. Te admirava e você se quer notava, de um modo que não posso entender, sua rejeição e sua indiferença, sua amizade e sua diferença, isso tudo me megoava. Sabia que não iria te ter da maneira que queria, sabia que não dariamos certo, mas gostava daquele lirismo cronico, até que começou a ficar real. Comecei a ficar chateada de verdade, meu coração se dilacerava e eu não falava nada, não a você. Medo talvez, quem sabe fosse conciencia? É assim que eu gosto de pensar. Um mes se passou eu decidi esquecer, tentei de verdade ser indiferente, mais um mes se passou e nesse mes eu não te vi, não pensei em você. Eu te esqueci!

Volto a rotina e logo na primeira semana você gruda em mim, me da atenção e me faz ficar arrepiada e balançada novamente. Tenho medo. Fim de semana, amigos são para isso, mesmo que este não saiba. Meu primo me distraiu os dois dias inteiros e se quer pensava em você. Bons dias, dias completos. Dias meus e não seus.
Agora volto a ter ver, a me arrepiar. Talvez seja apenas um arrepio de toque, meu medo é que não seja. É esse medo que me condena. O medo me atrai cada vez mais para perto de ti e eu fico me policiando para não me machucar novamente, não me afundar novamente na tristeza e a cada bronca que me dou me jogo para seu lado. Acho que nem que eu tivesse mais certeza do "amigos" que sempre seremos seria diferente.
Não quero mais nada com você, ter algo com você só deixaria meu orgulho mais ferido do que já esta. Ter algo com você seria viver na incerteza porque já sei como foi o seu passado. Talvez exista sim a coisa do "somos amigos demais". Eu estou carente e não apaixonada, não te esqueço porque você é o unico que esta por perto, me dando o carinho, mesmo que só de amigo, que minha carencia pede. Jurei nunca chorar por homem nenhum, você não vai ser exceção, apesar de metralhar minha auto-estima. Preciso de qualquer um e não de você. Sei que não tem culpa, mas hey...eu também não tenho!

4 de agosto de 2007

1, 2, 3.

1.
Porque depois eu me sinto livre
Porque isso acaba com todo o peso
Porque quem le se importa
Porque eu gosto
Porque eu falo demais
Porque sou egocentrica e esse é o unico jeito de falar de mim
Porque sim!

Preciso falar, não tenho ninguém para escutar. Quero desabafar e desabar sem olhares alheios me examinando. Os pensamentos confusos se fazem reais no papel e na tela do computador, enquanto isso meu cérebro finalmente descança sem nenhuma confusão sem sentido para atormenta-lo. Agora esta tudo mais claro, é mais fácil enfrentar a realidade monótona.

Escrevo porque apenas escrevendo posso dizer o que eu penso, deixar meus pensamentos fluirem livre para onde quiserem, sem medo nenhum de censuras ou risadas. O papel (e vcs) respeita o que eu sinto me me deixa ser eu mesma, mesmo sem saber quem sou.

Fui desafiada pelo me amigo ALF para escrever sobre o porque do meu blog, porque eu gosto de escrever, devo indicar cinco nomes e os indicados são:
Carol (Menina lunar)
Helena (Tudo pode acontecer)
Elza (Nada para mim)
Thor (Coluna do Thor)
Bella (Complicada e Perfeitinha)

Não sei se correspondi as expectativas, mas tentei deixar claro meus motivos espero que tenhm entendido.

2.
Uma outra coisa para qual eu fui indicada foi o premio Power of Schmooze Award(http://thingsbymike.com/about/power-of-schmooze-award/), a fofissima da Bella (http://isapaula5.blogspot.com/2007/07/encontros-dvidas-e-prmios.html) que me indicou, nem preciso dizer q fiquei hiper honrada né?

O prémio foi criado por Mike, e é uma tentativa de reunir os blogs que são adeptos dos relacionamentos "inter-blogs", fazendo um esforço para ser parte de uma conversação e não apenas de um monólogo.

Regras:

1) Se, e somente SE, você receber o "Thinking Blogger Award" ou "The Power of Schmooze Award", escreva um post indicando 5 (cinco) blogs que tem esse perfil "schmoozed" ou que tenha te "acolhido" nesta filosofia.

2) Acrescente um link para o post que te indicou e um para o post do Mike, para que as pessoas possam identificar a origem deste meme.

3) Opcional: Exiba orgulhosamente o "Thinking Blogger Award" ou o "The Power of Schmooze Award" com um link para este post que você escreveu.

Eu tenho que indicar cinco pessoas para esse premio e essa é a parte mais dificil...aqui vai:
- Sunny Essence
- Pat Beijo
- Deep Silent
- Tudo pode acontecer
- Bisnaguinha Pensativa

3.
Terceira e ultima coisa que eu quero falar hoje é sobre o novo lay...vcs gostaram?
resolvi tirar o rosa e o roxo para tentar o azul, eu achei que ficou bom!(rs)

bjusss

Ps: Meus deus! Que saudade disso aqui!
Nunca mais viajo para lugares sem computador! (rsrs)