1 de fevereiro de 2012

Agora ou nunca

1473157

  Dois dias para sair a lista e eu já estou ansiosa desde o último dia de prova. Normal. Sonhos com o dia, vontade incontrolável de comer sem ter fome e um tremendo exercício de auto controle para não entrar no site todo dia, essas foram minhas férias. E eu entendo e agradeço a todos que acreditaram em mim, que disseram que tinham certeza de que eu vou passar, que lutaram ao meu lado essa batalha entendendo porque eu não poderia ir ao seu aniversário, que me aguentaram com as catch phrases e o mau-humor. Obrigada.

  Mas a verdade é que eu não aguente mais esse otimismo de vocês! Como, raios, você podem me dizer que eu vou passar? Como vocês podem ter certeza disso? Caralho, eu não acreditaria em você nem que você fosse o corretor! Sabe no que eu acredito? Que você tem fé em mim e obrigada, sério, mas para, sério! Porque por mais que seja algo lisonjeiro acaba botando uma pressãozinha, como se você confiasse em mim para passar e se eu não passar eu vá te decepcionar ou algo do tipo. Eu não preciso disso. Concordo que é melhor ouvir isso do que algo tipo “relaxa, qualquer coisa você já tá no mack”. Mas em todo caso, não me diga nada. Não me pergunte a data, não me pergunte se eu estou ansioda, não tente me relaxar com otimismo ou conformismo, acho que isso é mlhor do que qualquer outra atitude: Isso! Finja que eu nem prestei vestibular, isso sim vai ajudar. Já é difícil o suficiente não como fugir do pensamento de que o dia está chegando, não preciso de mais ninguém me lembrando. Não que eu, um dia, vá dizer alguma dessas coisas mal educadas a você.

  Acho que o pior é saber que apesar de você estar ao meu lado, do seu jeito, eu ainda estou nessa sozinha. É o meu futuro e a não ser que você pague minhas contas, se eu passar ou não, não vai interfirir em nada na sua vida. Eu estou nessa sozinha, só espero que, se eu cair, eu saiba nadar.

Nenhum comentário: