8 de abril de 2013

Morte

 

1438140

Não sei porque, mas ultimamente tenho lembrado muito do meu pai e sentido muita saudade dele. Talvez seja porque briquei com meu irmão semana passada e minha mãe ficou do lado dele. Talvez seja porque morreu a mãe de uma amiga da minha tia e eu fui na missa de sétimo dia, que foi rezada para meu pai. talvez seja porque minha prima, cujo pai morreu quando ela era pequena, vai se casar em duas semanas e isso me lembra que assim como ela, eu não terei meu pai na cerimônia do meu casamento. Talvez seja só saudade de conversar com ele, de escutar ele falando interminavelmente pelas manhãs de fim de semana, de acordar sentindo o cheiro de panqueca, de comer o frango xadrez dele, de ter ele ao meu lado quando eu estou doente… saudade.

E essa saudade toda me faz pensar em algumas coisas que eu gostaria de ter em vida, sabe? Por exemplo, antes de morrer eu gostaria de passear de balão, de ficar em volta de uma fogueira na praia cantando com meus amigos, de andar a beira do mar com meu marido, de continuar para sempre sendo parte do quarteto, amiga da aline, da nádia, do thiago, do meu irmão, da zuleika, da neide e do paulinho. Gostaria de dizer para alguém de quem eu estivesse afim: prazer, mulher da sua vida. De ficar com um estranho, ou não, em uma balada. De beber vinho, ir a Paris, fazer uma guerra de comida, fazer aulas de teatro, cantar sem vergonha em um karaoke ou ao som alto de uma música quando sozinha, ou apenas com os amigos. Entrar em uma briga, mas uma briga de homem, de verdade. Ver o sol nascer, acordar só pra isso, e ver a neve, gritar a plenos pulmões em um lugar absolutamente deserto e alto, e sonhar sempre, escrever um livro, mesmo que ele seja ridículamente ruim e fazer uma poesia de uma amor correspondido à alguém…

São coisas bobas e perfeitamente realizáveis, mas coisas que nem todo mundo tem a chance de fazer. Eu quero fazer, vou fazer uma lista e realizar essas coisas bobas para quando minha hora chegar eu não me arrepender de ter deixado de fazer as coisas que eu queria. Talvez eu carregue esta lista sempre comigo e vá fazendo aos poucos, talvez tire um ano para fazer tudo, ou a maioria, o importante é fazer.

Nenhum comentário: