17 de fevereiro de 2014

Amor à distância (16/02/14)

namoro a distancia, pensamentos de cristãos

Eu sei que falei mil vezes que ia te esquecer, desapegar e partir para outra. Eu não acredito em namoro à distância, você lá e eu aqui, isso não funciona comigo. Eu sou uma menina mimada, você sempre dizia isso e é verdade, quando eu quero alguma coisa eu quero aqui e agora e em um namoro à distância isso não pode acontecer. Depois, essa história de que a saudade é o alimento do amor é balela, a saudade é o primeiro passo para o esquecimento... Talvez seja por isso que eu sinto saudades suas.

Talvez namoro à distância não funcione comigo, mas meu coração continua te amando, ele acredita fielmente em amor à distância. E minha memória me trai cada vez que estou assim, sem fazer nada, e me lembro do dia em que você chegou de surpresa. Eu estava péssima, tendo um dia de cão, minhas amigas namorando, eu recém solteira, problemas no trabalho e chego em casa e você estava lá, justo no momento em que meu maior desejo era abrir a porta e te encontrar, você estava lá.

Não sei se existe uma alma gêmea para cada pessoa, não acredito nisso também, mas você se esforça, deve ter decorado meu manual de instrução e sincronizado seu relógio com meu coração. Você sempre soube a medida certa de me irritar, para depois dizer que era brincadeira, sempre soube o dia certo de me levar chocolates para acalmar minha TPM e nunca se esqueceu do dia do meu rodízio. E se existe uma razão para tudo, então você entrou no meu caminho para me mostrar o que era amor de verdade, amor regado de paixão, mas enraizado no carinho.

E eu sei que falei mil vezes que ia te esquecer, mas hoje faz um mês desde aquele dia em que você me surpreendeu e desde então, e mesmo antes, todos os dias eu penso em ligar para você, todos os dias eu me lembro de nós dois e fico pensando em que seu meu coração ainda insiste em ser seu, quem sou eu para desistir do nosso amor só por causa de alguns quilômetros?

Nenhum comentário: