2 de agosto de 2014

Acho que essa sou eu

ATgAAAC6GPDYDGJukhSu6Kza9WddZWPjbW85tPdUoSTi38iXpOBGQzIdTR0YES6Kv9iW1apoW1F4Anobq25F31WqYbZUAJtU9
Eu cresci muito ultimamente, evolui de verdade, dei passos que a um ano atrás pareciam impossíveis, mas a cada passo que eu dou me deparo com novos problemas.

Eu adicionei o bonitinho no facebook, depois de um ano e meio só olhando eu finalmente dei um passo, e até fui falar com ele. Conversamos um pouco e não deu em nada. Eu comecei a tentar conversar de verdade com os caras do Tinder, conversei com alguns, fugi do encontro com uns e finalmente fui em um encontro com um. Acho que ir nesse encontro, que falar com o bonitinho, isso foram passos importantes, passos difíceis, que eu pensei muitas vezes em nem dar, mas que por saber que era o que precisava ser feito, eu dei.

As aulas estão voltando e eu não sei se vou conseguir reunir coragem para falar com o bonitinho pessoalmente, mas vou tentar, sem expectativas, só pelo tentar, pelo crescer, pelo fazer algo que me foi proposto, ainda que por mim mesma, para provar para mim mesma e para os outros que eu posso. E foi com essa mesma perspectiva que eu fui no encontro ontem. Eu tinha um nó no estômago, vontade de desistir a todo segundo, vergonha, medo, insegurança, mas eu sabia que precisava ir, quebrar essa barreira. Nós não ficamos, ele é divertido, é um cara legal, mas por alguma razão não me senti atraída por ele e a ideia de nos beijarmos me deixou um pouco nauseada. Não sei se é porque ele se parece muito com um amigo meu, porque não era para ser, ou sei lá, nunca vamos descartar a ideia de eu ser lésbica né? Eu sinto atração por homens, mas nesse exato momento estou tão confusa, tão tentando me descobrir, que vai saber!

E depois do encontro eu parei para pensar se eu conseguiria dar um beijo nele, no cara de quem eu acho que estou afim, na minha mais nova paixão platônica, não tão platônica assim. E sabe o que eu acho? Que eu não sei. Minha barriga fica meio gelada com a ideia de beijá-lo, como fica quando ele se aproxima demais, mas não tenho certeza se eu conseguiria ficar com ele. Talvez eu veja ele também só como amigo, do mesmo jeito que vejo o cara de ontem. E o pior é que eu acho que só vou descobrir na hora que acontecer, se acontecer.

Talvez tenha a ver com admiração, que eu sinto pela paixão platônica, mas não pelo cara de ontem, afinal, já disse Mr. Darcy: "as mulheres tem uma mente muito fértil, passam da admiração para o amor em um piscar de olhos".

Nenhum comentário: