2 de fevereiro de 2018

Rascunho

Todo mundo sabe quem eu sou. Não que eu seja a Beyoncé ou a Angelina Jolie, mas as pessoas sabem quem sou eu, pelo menos as do meu país. Vira e mexe eu apareço em revistas, as vezes uma matéria, as vezes uma foto no editorial de moda, as vezes um paparazzi e de vez em quando uma capa, mas essa última só de vez em quando, não fica bem para mim sair sempre em capas de revistas, pode parecer exibicionismo.  Deus livre Dellávia de uma princesa exibicionista. Palavras da minha mãe.

E eu não estou reclamando, gosto de quem eu sou, de ser princesa e de saber que um dia serei a rainha de Dellávia, como é minha mãe, como foi minha avó e tantas outras mulheres antes dela. Gosto de saber que eu posso fazer a diferença no mundo e na vida de tantas pessoas e desde criança tenho sido preparada para isso, para ser uma boa rainha. Morro de medo de não conseguir, mas mal posso esperar para tentar.

Até lá, eu sou uma princesa. E quando digo que não sou a Beyoncé ou a Angelina Jolie, quero dizer que não canto, danço ou atuo, não desfilo, não escrevi nenhum livro (ainda, toda rainha aposentada acaba escrevendo um livro, quem sabe?), ou abri uma empresa e não governo ainda. Minha vida se resume a ser uma princesa e tudo que uma princesa tem é o futuro, até lá precisamos resguardar nossa imagem e garantir que ela não atrapalhe ou ofusque nosso futuro governo.  O problema é que com a realeza vem a notoriedade, como eu disse, todo mundo sabe quem eu sou, e todo mundo tem uma opinião sobre quem eu deveria ser e se eles decidirem que não gostam de mim pode ser que eles não gostem de me ter como rainha, pode ser que eles nem queiram tentar, ou que logo no início do meu reinado eles já decidam que sou uma má rainha. E eu sou filha única, então se eles, meu povo, não gostarem de mim, eu preciso renunciar e quem assume como rei é meu tio.

Meu tio é um babaca.

Então, sem pressão, mas eu não posso sair da linha, nunca pude, sério, meus dois seguranças tem autorização para me segurar fisicamente caso eu vá fazer alguma coisa estúpida. E agora eu estou indo para a faculdade. Adivinha quem não vai aproveitar nada? Isso mesmo. Eu.  

Nenhum comentário: